17/04/2008

Bom dia... tristeza



acordei com os olhos mais pequenos... pequeninos.
não pude deixar de achar engraçado estar parecida com a Bjork
mas ao mesmo tempo, algo em mim voltou a chorar por dentro.
e agora, num pessimismo visionário que me parece normal de
quem está com SPM, observo os mesmos olhos semi-fechados,
semi-soterrados por pele que cada vez se torna mais frágil, mais macia...
mais moldável.

e se há um medo de que eu realmente tenho muito medo, é o de
acordar amanhã sem conseguir ver bem os meus olhos.
sem conseguir ver bem quase nada.
e quase nada será tudo o que eu preciso.


2 comentários:

johny disse...

E até nunca!

Anónimo disse...

...Ou um medo de acordar e ver que ate agora tinha os olhos tão pequeninos que não conseguia ver nada do que queria! Mas se pelo menos isso acontecer, vou ter a possibilidade de perceber que ainda os posso ter grandes, porque o tarde de mais pode ser madrugada e com a madrugada nasce o sol!