03/01/2009

Rali Dakar 2009


"Longe de África e da azáfama que marcou Lisboa nos últimos três anos, o Rali Dakar arranca hoje na Argentina."

Hum? Argentina?! Mas, mas...?

"É a terceira vez que a mais famosa prova de todo-o-terreno não passa ou termina na capital senegalesa (já aconteceu em 1992 e 2003), mas é a primeira vez, em 31 anos, que se realiza fora do continente africano."

Pronto, ok. Para quem já comeu a tão famosa sopa da pedra, ou foi ao Rock in Rio Lisboa, este rali Dakar sem Dakar, também não é assim tão diferente... ou é?


"Isto é o Dakar. Diria até que o nome nunca lhe assentou tão bem enquanto evento extremo no desporto automóvel", defende o francês que, há um ano, cancelou a prova ainda antes do seu início, alegando ameaças terroristas na Mauritânia." (Etienne Lavigne, director da prova)

Então, se o director diz que é, é porque é... ou não é?

"
Este Dakar sem Dakar suscita sentimentos contraditórios: por um lado, estão presentes os principais pilotos do todo-o-terreno e a novidade do percurso poderá aumentar a componente de aventura; por outro, saiu de África e muitos (mesmo alguns dos participantes) questionam-se sobre se conseguirá manter a aura do passado."

Pois. My thoughts exactly...

"Os mais contestatários, como o piloto francês Jean-Louis Schlesser, criaram mesmo uma prova alternativa (a África Race, onde estão a competir), no percurso habitual do Dakar africano, percorrendo Marrocos, Mauritânia e Senegal
."

Se Maomé não vai aos Andes é porque prefere as dunas.



(fonte: Público online)

4 comentários:

johny disse...

A não realização deste Rally no ano passado e consequente suspensão da prova nos moldes que se lhe conheciam foi uma derrota para o desporto, constituindo-se assim como uma estrondosa e frondosa (porque visível e muito falada) vitória para o terrorismo. Já diziam que a prova vinha perdendo algum do seu carácter com a mudança do local da partida, mas como tudo na vida, o que importa é a viagem e essa era o deserto puro e duro (nunca uma expressão idiomática foi usada de forma tão errada) de África.

ipsis verbis disse...

Pois... nós bem os vimos ali parados em frente aos Jerónimos no ano passado... (falo dos camiões do rali)

Anónimo disse...

Só não percebi a designação de Dakar. Enfim, só se África mudou para a América do Sul. Dakar é Dakar e ponto final.
cccp

johny disse...

A designação de Dakar é tipo: "deixa cá ver se ninguém nota, porque não queremos perder o tipo de patrocínio que recebemos para uma prova como o Dakar...", mas, sinceramente, parece-me fixe na mesma e não deixará de ser uma forma de não deixar cair a mística do nome e da prova em si.