13/12/2010

Um homenzinho

- Já és um homenzinho.
A partir de certa idade temos de ter atenção. Há um momento, por volta dos 25 anos, em que deixamos de ser imaturos, sobranceiramente aturados, para sermos apenas irresponsáveis, numa censura generalizada bem maior. É quando os nossos actos se qualificam assim, como irresponsáveis, que somos adultos e a partir daí todas aquelas coisas que sem vergonha fazíamos com prazer ou ignorância têm de ser bem pesadas.
- Já és um homenzinho.
Também já não há tempo para grandes sensibilidades: discutir pela posse de um brinquedo, seja ele pequeno ou grande, é impraticável… mesmo que eu o tenha visto primeiro ou chegado primeiro a ele! Os adultos não se zangam (não podem zangar-se!) com coisas pequenas. Alguém que não pagou um copo, comentários desagradáveis que são ditos e outras injúrias, tudo tem de se suportar. O adulto é blasé. O adulto é, genericamente, um idiota com assomos de importância.
- Já és um homenzinho!
Uma das grandes conquistas de ser-se inteligente e de ter passado não sei quantos anos a estudar até ao ponto de ter um título de doutor é permitir-se olhar para os outros sem achar que se deva importar com formalidades. Respeito sim, aquele mútuo, que é bonito, mas não submissão. Nunca submissão. Gostava de manter a imaturidade na minha vida de adulto sem que isso fosse um constrangimento à minha vida em sociedade. Luto por isso.

(João Freire - 2007)

Leonard Cohen - I'm Your Man

33 comentários:

Brown Eyes disse...

Nós podemos ser sempre crianças, viver mantendo a alegria de uma criança e a imaturidade de um adolescente desde que nunca prejudiquemos ninguém, nem faltemos ao respeito. Desde que saibamos viver independentemente e deixemos os outros também serem independentes e livres.
Beijinhos

Dylan disse...

Sou um homenzinho que nunca se esquece das suas criancices. Felizmente que tenho um diabrete para me acompanhar!...
HAHAHAHAHAHAHAAH!

Johnny disse...

Isso é um mito., Mary. As pessoas dizem isso, mas na realidade ostracizam qualquer comportamento mais... infantil. É uma tragédia, é o que eu te digo :(((

O que interessa é manter essas criancices, Dylan. Continuem... continuem que eu deixo :)

meldevespas disse...

Concordo contigo em absoluto.
Mas sei que nem sempre é fácil manter essa imaturidade, porque não é isso que "os outros" esperam de nós. E quando chegares à minha idade ainda vais sentir mais essa pressão...ah poizé, olharem-te de esguelha porque cantas alto, ou porque danças quando te apetece, e coise.
Mas sim, never everrrr percas essa alma de Peter Pan.
Beijo

pinguim disse...

Eu já não sou um homenzinho há bastante tempo e continuo a ter as minhas criancices (e olha que não são poucas).

B disse...

Eu cá acho que quem condena as atitudes supostamente imaturas/irresponsáveis dos outros o faz por inveja. Inveja de não ser capaz de ser criança nessas pequenas coisas e viver obcecado em afirmar-se perante todos. Invejosos.

Janaina Cruz disse...

Ó, Johnny, quando ficamos adultos aprendemos a dar as mão a (in) sinceridade e a mentirmos para poder suportar o peso de novas responsabilidades, mas por dentro de nós podemos voltar a brincar seja do que for...
Sigo teu blog, gostei de mais...

Janaina Cruz disse...

Ó, Johnny, quando ficamos adultos aprendemos a dar as mão a (in) sinceridade e a mentirmos para poder suportar o peso de novas responsabilidades, mas por dentro de nós podemos voltar a brincar seja do que for...
Sigo teu blog, gostei de mais...

Johnny disse...

Janaina Cruz, mas eu quero brincar por fora (isto soa um bocado mal)... sem vergonhas, como aliás, devemos viver todos :)

Obrigado pela visita.

Brown Eyes disse...

Johnny essas eternas crianças são as que nos dão alegria no dia a dia. Que seria de mim sem ti por aqui? ahahah
Fazes falta e muita.
Beijinhos

Johnny disse...

Mary, que maneira tão simpática de me insultar :)

Por entre o luar disse...

Sê um homenzinho mas é ! lol

Johnny disse...

Ah... ah.... ah....

Mz disse...

Eu acho que só pelo facto de escreveres sobre atitudes irreflectidas ou ponderadas, é sinal que realmente já cresceste.
"Já és um homenzinho".
:)

Agora a sério...
Existem pessoas que não toleram que adultos responsáveis tenham também necessidade de uma brincadeira saudável, repito SAUDÁVEL.
Quanto a ser adulto e imaturo isso ía originar-te muitos problemas. Mais vale ser adulto e responsável e saber brincar de vez enquando com as pessoas certas.

Por entre o luar disse...

Eh...eh...eh

Vá desperta o teu lado mais infantil... ver se deixas de ser casmurro !

Johnny disse...

MZ, pelo saudável em maiúsculas (e repetido ainda por cima) consigo ver que não és de infantilidades. De certeza que és do tipo que não gosta de piadas parvas, de cús à mostra ou o teu nome gritado num centro comercial...

Por entre o luar, eu é que sou o teu professor e não tu a minha... ainda há pouco pedias para ser um homenzinho e agora pedes ma despertar o meu lado mais infantil... Enfim!!!

Por entre o luar disse...

Meu professor? LOL

Olha... sê o que tu quiseres !!!! xD

Mz disse...

Enganas-te!
Eu gosto de brincadeiras na hora certa que até podem ser parvas, também gosto de coisinhas à mostra porque não sou púdica nem para lá caminho... e se gritassem o meu nome num centro comercial eu era a primeira a olhar para trás ou para os lados ou para a frente, o que fosse...
Estás a ver como te enganas a julgar os outros?

Johnny disse...

Hmmmmm.... não sei, não sei....

Mas é natural que me engane, claro.

Johnny disse...

Ora vês como te encaminhei para um conselho bom, por entre o luar. professor, sim senhora, professor para a vida.

Por entre o luar disse...

Prazer xD nunca tinha reparado em tal coisa !

Johnny disse...

Nem é para notar, ninguém nota, mas toda a gente é melhor pessoa depois de me conhecer :)

Por entre o luar disse...

Olha que nem toda a gente =) Há quem já o fosse, apenas continua a sê-lo.. !

Johnny disse...

Pode ser boa, mas fica melhor.

Por entre o luar disse...

CONVENCIDO.. mas fica melhor porque? só se for no sentido de aprender a ter paciência para te aturar ! treina os limites !

Johnny disse...

Seja no que for, nem que seja na paciência, como dizes. Eu sou convencido, mas eu não disse que eu ficava melhor, disse que os outros ficavam melhor :)

Não chega já?

Petra Pink disse...

Ohoh as vezes é fixe ser pequenito novamente e fazer uma birra looll.
beijinhos.

Johnny disse...

Birra é capaz de ser infantil de mais, Petra Pink... acho que já ultrapassei essa fase... na semana passada!

Moyle disse...

ser adulto é, genericamente, uma m**da por causa dos outros "adultos", sobretudo "aqueles" adultos. safa-se poder conduzir. beber nem conta, que eu já bebia antes.

Johnny disse...

Moyle, perdi-me nas aspas. Mas sim... a culpa é deles.... e nossa.

Moyle disse...

Eu faço a minha parte para infantilizar a adultidade (não me lembro do substantivo para isto)

Moyle disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Johnny disse...

Moyle, eu sei, eu sigo o teu blogue :)