19/12/2010

Não se lamenta o sexo que não se pode ter

Com o advento dos trinta anos acabou um sonho. Não será muito correcto chamar-lhe um sonho, talvez chamar-lhe um objectivo seja mais adequado ou algo que gostava de experimentar fazer, digamos, sem saber no entanto se gostaria ou não de o fazer, porque só temos a certeza se gostamos depois de experimentarmos... Não interessa! Chamemos-lhe um sonho para simplificar! O que interessa é que está posto de parte. E apesar de tudo custou. Não é a primeira vez que um sonho é posto de parte, afinal eu também queria ser jogador de futebol como todas as crianças, mas nos sonhos, tal como no sexo, não lamentamos as possibilidades que nos passaram ao longe, essas são tão distantes que mal pensamos nelas, lamentamos sim as possibilidades que nos passaram mesmo ao lado e as quais pudemos saborear ao ponto de quase sabermos como seria se as realizássemos. Voltando ao sexo, não lamentamos o que não pudemos ter com a Scarlett Johansson, lamentamos sim o sexo que não tivemos com a empregada do café da esquina que um dia nos sorriu e piscou o olho e que, no máximo, tem uma boca que faz lembrar a Scarlett Johansson.

(João Freire)

Faith No More - Midlife Crisis


Para o tema de Dezembro de 2010 sobre Objectos, pessoas, sítios e acontecimentos, num desafio da "Fábrica de Letras".

21 comentários:

Cirrus disse...

Pois, realmente, posto dessa forma...

Mas... Advento dos 30?? Não achas muito cedo para te deixares de lamentar as quecas perdidas??

;)

Johnny disse...

Cirrus, a parte do sexo era uma analogia. Lamento uma coisa que, agora com os 30, já não poderei realizar. Isso acabou. agora o resto... E a rapariga do café ainda lá está :)

meldevespas disse...

pois...realmente isso do sexo e/ou do futebol é mesmo o de menos.
Mas olha lá, não será muito cedo pra começares a pôr sonhos na prateleira? Isso é uma coisa um bocado dolorosa cde se fazer, e se calhar ainda é um bocadinho cedo para abdicares. Tás muito nostálgico pra um rapaz dessa idade. Sabes que mais? Vai-te mazé à empregada e deixa-te de choradinhos.
Bêjo

Johnny disse...

E vocês presos ao sexo!!! Verdade seja dita que não é das piores coisas às quais se pode ficar preso... mas o que o menino jesus queria dizer, menina Mel, é que houve um que acabou (não fui eu que desisti, acontece que há uma coisa que se chama lei e, por lei, acabou aos trinta)... quanto à empregada, esperemos que haja muitas... já a Scarlett... veremos. Não sei se o problema é das minhas analogias ou se é vosso... mas é vosso!

meldevespas disse...

ai a porra!!! eu comecei a conversa logo a dizer que isso era o de menos e tu agora vens-me com essa de que fiquei presa à tua analogia! Nada disso menino Jesus!

Johnny disse...

O ficar preso... hmmm... também é metafórico.... no sentido em que... hmmm... não ficou entendido que o que abdicava tinha de ser abdicado... daí a minha intervenção, menina Mel. Queria acentuar o facto do sonho terminar, independentemente de ser cedo ou tarde para mim... esse sonho, daí este texto, acabou indubitavelmente.... ENTENDIDOS?

(Ainda diz que não é teimosa o raio da alentejana)

meldevespas disse...

^^

Johnny disse...

:P

Cirrus disse...

Não percebo um gajo querer deixar de ter sexo aos 30...

:D

Johnny disse...

Cirrus, magoava as orelhas!

Por entre o luar disse...

Há preocupações que surgem com a idade ... Eu compreendo-te (embora seja nova)

Quanto à empregada de balcão, ui acho que ela voltaria a a piscar o olho... ai tu atacas xD

Johnny disse...

Nada disto é real, é tudo hipotético... a empregada de balcão do café da pastelaria pode ser uma empregada da farmácia ou da biblioteca.... ou ninguém.... vocês perderam-se da ideia principal.....

Mz disse...

Existem sempre factores exteriores que nos fazem desistir de sonhos ou objectivos. Aguns dependem de nós porque não estamos à altura deles ou porque os deixamos fugir por distração. Outras vezes cortam-nos a esperança de os realizarmos.
Não sei o que te vai na alma. Mas, sonhos todos nós já tivemos e continuamos a ter, uns realizam-se, outros ficam pelo caminho.
O importante é sabermos dar a volta por cima.

Johnny disse...

MZ, claro que se ultrapassam... escrevendo sobre eles, por exemplo,
é uma forma de lidar com estas coisas... que tem funcionado.

B disse...

Sexo e empregadas de café e Scarletts à parte, é uma nóia dolorosa dos diabos ver expirar prazos de validade...
Agora, se aprendeste a lição, não deixes expirar os prazos dos 35 ou 40, para não vires outra vez aqui escrever analogias que ninguem entende... =)

Johnny disse...

B, afinal alguém percebe.... e mesmo que não percebessem, percebia eu :) pelo que era dispensável o mau feitio :)

M disse...

os prazos de validade são lixados... e é chato à bravo a vida não esperar pelos nossos sonhos. Agarra já outro e faz dele uma verdade antes que se te acabe outro prazo :)

Johnny disse...

M, os outros já não têm prazos por isso posso procrastinar à vontade... até morrer sem os concretizar :)

Bem-vinda.

Moyle disse...

já que as oportunidades perdidas não voltam, põe-te a jeito para novas oportunidades que não desperdices quando se proporcionarem. por novas oportunidades não me refiro a nada relacionado com o POPH. visto que sabes escrever, não me parece que precises.

Johnny disse...

Moyle, obrigado... acho eu.

Moyle disse...

:)