19/07/2009

Não leia livros de auto-ajuda... e outros conselhos avulsos

Concentre-se, choque, dê nas vistas, destaque-se, endireite-se, estabeleça contacto visual, não diga sim muito rápido, não mostre tudo, invista tempo, seja original inteligente e engraçado, vista-se de acordo com a ocasião (bem, mas não demasiado), não faça dramas, lide com a adversidade, pense no que é importante, sorria.

(João Freire)

11 comentários:

afectado disse...

Este post é bem melhor que esses livros :)

clara umbra disse...

Mas, sobretudo, não acredite em tudo o que lê.

johnny disse...

Será que é melhor, Afectado?
Também quero crer que sim :)

johnny disse...

Regra geral, Clara Umbra, não se deve acreditar no que se lê, ouve ou vê, mas nós os cínicos temos de abrir algumas excepções. Só assim podemos coexistir com os outros :)

Moyle disse...

beba cerveja com boas companhias :)

johnny disse...

Por "boas companhias", entenda-se "caracóis"... E nem é tarde nem é cedo... quer dizer, ainda é um bocado cedo, mas lá para as cinco já devo estar com uma "min'" e uma dose à frente.

Por entre o luar disse...

"...sorria"

Devias pensar nisto... =)

johnny disse...

:)

Por entre o luar disse...

Lol... secalhar é mesmo melhor ficares pelos sorrisos virtuais... ;)

Há coisas que quando se sorri, ficam ao descoberto e podem chocar =)

johnny disse...

.I.

Por entre o luar disse...

Enfim!