22/11/2008

A voz que ouço

Espera lá. Ainda não.
Não sentes que ainda tens de corrigir alguma coisa?
Mais legumes, menos carne, mais desporto… menos um café por dia! É certo que já aprendeste muito, acredito mesmo que estejas quase lá, mas a verdade é que ainda cometes muitos erros, alguns dos quais nem hesitas em repetir, provando que não aprendeste a lição.
Sabes perfeitamente do que falo, até tens uma lista e tudo!
O presente não se vive no passado e o medo do passado é o mais irracional de todos. De que adianta pensar que vai ser igual, que alguém – ou mesmo tu – vai falhar? É preciso um percurso, uma síntese do que foi feito, mas analisar, esquecer, perdoar, pedir desculpa, amar, compreender… são os verbos mais importantes que tens de estudar exaustivamente. Sim, uma alimentação correcta também é imprescindível. Ah! E estimar os joelhos e as costas, porque são os primeiros a ir à vida.
Vá! Diz comigo: “eu compreendo, tu compreendes, ele compreende”! Isso mesmo.
O meu paternalismo é brincadeira de amigo, daquela que não é para levar a mal, mas é mesmo assim. Só assim podes crescer. Só assim chegas lá.
De resto, tem calma, não te precipites e…
É melhor não dizer tudo, sinto que não devo revelar mais. Estragaria a emoção da viagem. E a viagem é tudo!

...É esta voz que ouço frequentemente que me engana. E engana-me porque eu sei que ela não me é fiel e que diz isto a toda a gente, mesmo àqueles que nunca chegaram lá!


(João Freire)

7 comentários:

ipsis verbis disse...

A minha voz diz-me essas coisas também, e mais umas quantas. Mas acho que são diferentes. Tenho a voz do futuro, e a voz do presente. e esta última chateia-me mais por ser demasiado conveniente.

Por entre o luar disse...

Está giro=)

beijo*

pukinha disse...

Eu não oiço essa voz....terei de passar alguma prova em primeiro?

johny disse...

Sim, ipsis, devem ter algumas diferenças... por exemplo, eu ouço a minha em falseto!

Obrigado "Por Entre o Luar". beijo também para ti. Quando te apanhar no messenger falo-te de algumas coisas do texto :)

Pukinha, se ainda não ouves essa voz que diz que está perto... é porque ainda está longe. Se calhar a prova que tens de ultrapassar é essa :) E de certeza que ouves pelo menos uma que diz: "menos chocolates", não? É essa voz.

cccp disse...

Infelizmente já tive de ouvir essa voz há uns meses atrás, mas que é difícil , concordo, de a levar à risca, lá isso é.

johny disse...

Resta esperar que a viagem e o destino valham a pena.

ipsis verbis disse...

mais um desafio,aqui