04/09/2009

Ninguém responde não quando se pergunta se está tudo bem

Quando alguém nos diz que está triste ou, sem o dizer, nos manifesta isso mesmo de qualquer forma, não cria em nós nenhum sentimento positivo em relação a essa pessoa!
(A pena será o sentimento mais distante do amor e do respeito)
Cria, sim, um sentimento positivo em nós, que estamos melhor, que não estamos tristes, que não estamos dispostos a dizer tanto de nós para nada, que não caímos, enfim, na vergonha de nos despirmos em público.


E depois há pessoas para as quais nenhuma resposta é a correcta, pessoas para quem nada parece certo e quanto mais dizemos, mais fazemos ou escrevemos... pior é.
Quem conseguir dizer o que está certo, à pessoa certa, no momento certo, sem falar de mais ou de menos (o que seria a quantidade certa), atingirá a felicidade, ajudando a espalhá-la.

(João Freire)

12 comentários:

Gingerbread Girl disse...

A mim aborrece-me tanto falar aos outros dos meus problemas... que para mim está sempre "tudo bem". Raras são as vezes que reach out for help.
E também não tenho o mínimo jeito para consolar os outros... parece que tudo o que eu digo soa a falso. =\


kiss*

Moyle disse...

nem bem nem mal, muito pelo contrário; menos mal; nunca pior são as minhas respostas de eleição.

para complicações e problemas bastam os meus e nem quero saber das dos outros nem que saibam da minha vida.

johnny disse...

Mas, Ginger, sabes que se precisares de ajuda ou de alguém... podes sempre contar... com o Moyle, por exemplo, que eu não tenho paciência :)

Mas é mesmo isso: as perguntas de circunstância que abundam em meios de comunicação de circunstância (daí a imagem escolhida para ilustrar o post) Através de messenger, facebook,a própria internet, conseguimos saber quase tudo de qualquer pessoa. Já não há nada a saber, a descobrir... já não há magia no mundo das relações sociais.

johnny disse...

Boas respostas Moyle. Eu às vezes respondo com insultos ou perguntas bruscas e insultuosas, tipo "o que é que tens a ver com isso?", mas convém fazer isso a amigos ou pessoas que percebam que pode haver ali algum tipo de brincadeira.

Por entre o luar disse...

.. sendo assim acho que a felicidade nunca será totalmente atingida, não deve haver alguém que tenha assim tanta pontaria;) há sempre algo que falha, ou então é preciso ser demasiado perspicaz paRa conseguir tal coisa.. pelo menos falo por mim, com tanta distração acho que nunca vou saber dizer o que é certo há pessoa certa no momento certo ( na brincadeira) Lol*

johnny disse...

Eu acho que não, que nunca será atingida... por ninguém!

Até porque toda a vida acaba com um acontecimento nada feliz...

Por entre o luar disse...

Pois é...!

Nada é certo está vistooo
*

johnny disse...

Só a morte e os impostos

clara umbra disse...

«Quem conseguir dizer o que está certo, à pessoa certa, no momento certo, sem falar de mais ou de menos (o que seria a quantidade certa), atingirá a felicidade, ajudando a espalhá-la.»

Tipo:
«Oh despe-te lá em público, qual vergonha, qual quê, isso, sim, espalha felicidade!»
?
:)

johnny disse...

Só se a pessoa aceitar o carácter incendiário (os americanos chamam a pessoas como essas os enablers), mas parece-me que sim, que é de facto uma forma de ambos (o que diz e o que mostra) serem felizes!

Ciba disse...

Ninguém responde não, mas já encontraram alguém que vos respondesse sim de forma convincente?

johnny disse...

Também é raro encontrar alguém que diga sim convincentemente, sim, Ciba.