23/09/2009

Uma noite no Insólito Bar, em Braga

Braga, mais do que uma cidade onde fui muito feliz ou muito triste… ou muito bêbado, é a cidade que me ensinou mais sobre a vida.
- Ver Braga por um canudo - diziam-me.
Mas mais do que ver Braga por um canudo de licenciado, foi lá que, para o bem e para o mal, me transformei no homem que sou.
Por isso, sempre que lá volto e olho os sítios por onde passei e vejo algumas das pessoas que por lá me acompanharam, mesmo os que não conhecia, não consigo deixar de lembrar o rapazinho que era (ao ponto dos meus colegas de casa não acreditarem que eu iria ficar com eles no dia em que cheguei), assim como não consigo deixar de sentir uma certa nostalgia pelo tempo que vivi lá como estudante. Nunca mais vai ser o mesmo!
Ficam, no entanto, as pessoas, a cidade e tudo o que aprendi… para sempre.



(No fim da parte sobre Braga, que é relativamente curta, há uma surpresa musical)


(João Freire)

9 comentários:

Moyle disse...

por isso é que Coimbra tem aquela fama toda como cidade estudantil, por terem sido dezenas de gerações a experienciar esses mesmos sentimentos, embora ao longo de séculos. tivesses tu pinta de fadista e a ver se a coisa não se compunha para Braga também.

johnny disse...

(Início de combate estudantil)

É mesmo só fama!
... No entanto, essa fama ainda acarreta os melhores alunos com ela...

Essa parte dos trajes, tunas e tal... nunca me encantou muito.

Mas Braga continua fixe, mesmo para além do tempo estudantil. O texto é apenas uma reflexão sobre aquela nostalgia quentinha, despoletada nesta última ida, e que não é má.

afectado disse...

Braga é uma cidade que marca :)

Moyle disse...

não há combate :)

estava mais a pensar na questão da nova experiência e não tanto no folclore académico, no qual me inseri embora não muito convictamente - nada de tuna porque para mim tuna só com maioneses e alface.
ao que me referia, precisamente, era ao facto de há séculos que quem passou por Coimbra nutre os mesmo sentimentos que tu por Braga. a diferença é terem sido mais e mais tempo.
está por aqui escrito numa parede que "Coimbra já não é o que nunca foi" e numa música que "chega a ter dela saudades quem nunca a viu [Coimbra]". dá para todas as opiniões, obviamente:)

johnny disse...

Roubando a frase...

"Braga já não é o que nunca foi"

Parece-me muito bem.

cccp disse...

Existirão sempre locais e pessoas que nos marcaram e marcarão o nosso passado, presente e futuro.
Abraço amigo johnny!

johnny disse...

Olha quem é vivo! Mas que férias prolongadas!

cccp disse...

Foram para recuperar forças. Venham as próximas.

johnny disse...

Venham mesmo.