14/09/2008

Parabéns (14 de Setembro de 2008)

Há um brilho que falta no quadro que fizeram de ti. Ninguém sabe que brilho é, mas toda a gente nota a sua falta. Todos aqueles que te conhecem sabem de que brilho falo. Às vezes esse brilho passa despercebido, escondendo-se ou revelando-se a medo, como um gatinho que apenas mostra a cauda, mas basta esperar um pouco e ultrapassar a concha dura, que a sensibilidade e a ausência construíram, para descobrirem esse mesmo brilho no teu olhar e sorriso. Todos os que te conhecem bem gostam de ti. E muito! Sou testemunha disso. Todos reconhecem em ti as virtudes de uma alma generosa. És um anjo e uma rosa para muita gente. Mas cuidado! Estás ainda a crescer, faltam-te percorrer muitos caminhos e, mais do que nunca, tens de estar atenta a tudo. O mundo é um sítio complicado para quem brilha assim e até o sol se deixa tapar pelas nuvens de vez em quando. O Caminho faz-se andando… com o apoio de uns, contra as invejas de outros. O segredo? Nunca deixes de brilhar.

(João Freire)

5 comentários:

Por entre o luar disse...

Bem que texto=)
Gostei mesmo...!!

Beijinho*

johny disse...

Obrigado.

Beijinho de volta.

Por entre o luar disse...

Quem será a destinatária de tão belas palavras=)?
*

Márcia disse...

Pensei que esse texto era só meu...nem o deixei ler a ninguem nem nada...mas obrigada:)

johny disse...

Acho que se houvesse dúvidas quanto à destinatária, deixaram de haver, não achas Kate? Obrigado pelo elogio.

Sempre posso retirá-lo, Márcia. Dependerá sempre da forma como pedes.