07/02/2011

Ranulph Fiennes - O aventureiro que cortou a ponta dos dedos com uma Black & Decker porque não conseguiu fazê-lo com uma pequena machada

Não, não é uma gralha. Não quero falar de Ralph Fiennes, nem tão pouco do "Paciente Inglês". Quero mesmo falar deste homem: Ranulph Fiennes. Pouca gente o conhecerá, eu também não o conheceria se não fosse o Top Gear, mas Ranulph Fiennes é, sem dúvida, um dos mais extraordinários aventureiros que já viveram neste mundo.
Já tinha visto esta entrevista e este episódio há algum tempo, mas cada vez que revejo admiro mais o homem, a sua história de vida e, sobretudo, as aventuras que viveu. As histórias que conta e a forma como as conta nesta pequena entrevista - que vale mesmo a pena ver - impressionam qualquer um. Sim, a parte de cortar os dedos é verdade, tudo porque tinha os dedos queimados pelo gelo.
Não sei se é boa pessoa, não sei se cede passagem aos peões nas passadeiras ou se diz boa tarde quando entra nalgum lado, mas desconfio que seja boa pessoa, muito pela parte final da entrevista em que fala, num ambiente de silêncio que contrasta com o resto da entrevista, da sua primeira mulher que morreu há pouco tempo e que ele conheceu desde os seus 12 anos.

"- Terribly sad… last year… your wife died. You’ve been together since you were…
- She was nine, i was twelve, so we knew each other for fourty-eight years.
- Do you think your drive to keep going, even now, with the marathons and so on… and future expeditions... as anything to do with the fact that you just want to keep yourself busy?
- I don’t want to think anymore, don’t have time to think, so the more i can do… It’s good, yes… keep busy!"






Para o tema de Fevereiro de 2011, Loucura, num desafio da "Fábrica de Letras".

14 comentários:

Brown Eyes disse...

ja, ja, ja....Que loucura johnny!!!!Insistes em me pores a falar inglês.
Beijinhos

p.s. este foi o possível comentário depois de ter ouvido 2 vezes o vídeo. Eu bem me queixo mas tu não me ligas nenhuma. Traduz-me estes vídeos que aqui colocas e que pressinto até serem interessantíssimos mas....

Johnny disse...

Mary, por acaso já fiz isso com alguns vídeos, por exemplo com este http://www.youtube.com/watch?v=w40QmbPdi4I e com este http://www.youtube.com/watch?v=1UtLorQ3erE
mas convenhamos que é muito trabalhoso... mas também sei que o tradutor do google funciona muito bem :)

ipsis verbis disse...

Sim. Parece-me boa pessoa. Um pouco louco, mas boa pessoa. Deu pena...

Brown Eyes disse...

Pois funciona mas neste caso imagina o trabalhão.
Beijinhos

Johnny disse...

Ipsis, exactamente my feelings.

Mary, isso é sarcasmo? Ai, ai...

Mz disse...

Confesso que estive mais atenta ao momento em que ele gesticula com as mãos e vejo as 5 pontas dos dedos amputadas da sua sua mão direita.E para verificar melhor fiz pause...
Isso faz de mim o quê?

Johnny disse...

Curiosa?

Moyle disse...

a naturalidade com que ele confirma as "barbaridades" que o outro vai descrevendo é altamente. explorador a sério, parece.

Johnny disse...

ya, Moyle... mas, pensando bem... naquela idade, poderá ser já a senilidade a instalar-se!

pinguim disse...

Eu não o acho nada louco; que todos os loucos fossem como ele...

B disse...

Que sujeito notável!

Johnny disse...

pinguim, concordo, mas a maior parte das pessoas considerá-lo-ia assim, de certeza, caso o conhecessem.

B, concordo, embora "sujeito" soe um bocado pejorativo.

B disse...

Ah, mas não é nesse sentido, juro! Sujeito como personalidade! Nada de negativo a ler nas entrelinhas! =)

Johnny disse...

Logo vi, B, logo vi :)