24/10/2011

Vamos detonar essa Porra, porra!

"Door to Hell" - Darvaz



Sepultura - Ratamahatta

*O título é retirado da música Ratamahatta, dos Sepultura.


Reaproveitado para o desafio de Janeiro da Fábrica de Letras, subordinado ao tema "Crise".

11 comentários:

Brown Eyes disse...

Dessa porra desse gás não percebo nada mas uma revolução era o que precisávamos. Depois era só juntar esses políticos e deita-los nesse dito buraco.
Beijinhos

Fê-blue bird disse...

Estou como a Brown Eyes :) e ainda não perdi a esperança que tal aconteça.

beijinhos

Johnny disse...

Que mulheres tão violentas, pá. É logo para o buraco, parar que ardam? Lembrem-me para nunca vos chatear!

Catsone disse...

Tive o prazer de estar num concerto desses rapazes nos idos de 1993 em São Paulo. Ainda não era esse disco nascido. Devo dizer que eles detonavam qualquer porra que aparecesse à frente! Ouvir isto em altos berros é risco de acidente ou rebelião.

Já agora: "Zé do Caixão, Zumbi, Lampião", ídolos e heróis que devíamos importar, ou talvez não.

Moyle disse...

tenho andado, coincidentemente, a re-ouvir o roots e o chaos ad. dois grandes albuns e o ratamahatta é efectivamente um dos momentos altos :)

Johnny disse...

Catsone, deve ser a P... da loucura.

Moyle, great minds think alike!

Mz disse...

O ano 2012 será como se vivessemos já em estado de guerra...

Catarina disse...

Não defendo greves de partir tudo, não defendo greves com falta de civismo, de um modo geral não defendo greves (calma, é só a minha opinião!), mas se fosse possível, eu seria defensora de uma paralisação a nível mundial... Exceptuando, os cuidados mínimos de saúde (calma, que também sou profissional de saúde e também cai para o meu lado!)! Na minha ignorância no que a economia diz respeito, parece que há muito boa gente que vai enriquecer com estes empréstimos todos e com esta crise!!! E isso revolta-me, e isso é algo instalado a um nível mundial!

Johnny disse...

Mz, vai ser nada... (medo) vai ser nada... temos de ser optimistas, por isso... avante camarada!

Catarina, às vezes a violência também é precisa... mais que não seja para mostrar o estado de desespero e de falta de alternativas... mas isso vai dar um post um dia destes sobre a necessidade da violência...

Catarina disse...

Hum, dificilmente me convences dos benefícios da violência, mas fico a aguardar o texto, logo se vê ;)

Tenho uma opinião passível de ser mudada acerca de quase tudo, e costumo assumir isso com naturalidade, pois todos crescemos e todos somos passíveis de mudar, não é nenhuma vergonha, digo eu! Mas não é fácil fazerem-me mudá-la!*

Bel Rech disse...

Desse gás gostaria de explodir os politicos todinhos, pode até ser o melhor que entre lá, mas certamente no meio ele se desvia e nós somos uns bananas que não fazemos nada...aqui pelo menos não!
Paz e bem
Vim pela blogagem coletiva.