17/10/2011

The greatest speech ever made

7 comentários:

Cirrus disse...

E nunca foi tão actual, ou pelo menos parece.

Johnny disse...

Cirrus... mas quem devia ouvir estes discursos raramente os houve ou porque não os ouve mesmo ou porque finge não os ouvir.

Brown Eyes disse...

Hoje vim só dar-te um beijinho. Não tenho nada que te desculpar, sabes que tenho um carinho especial por ti. Ganhaste-o pela forma como ages. Comentando ou não nada faz mudar o que penso de ti. Entendido? Beijinhos e dorme bem. Vou fazer o mesmo.
Voltarei, quando não sei

Brown Eyes disse...

Não quero perder o rumo. Não quero nunca pôr o ser humano, a natureza em segundo lugar. Excelente e com legendas. Nada vale mais que a vida, que a liberdade do ser humano. Beijinhos

Johnny disse...

Mary, um "desculpa qualquer coisinha" fica sempre bem pelos mal-entendidos inerentes aos relacionamentos blogosféricos. A mim não me custa e a ti... dá jeito, pelo menos, para compensar as demoras nos comentários. Se não é preciso, melhor, mas, mesmo assim, eu dou :)

Beijinhos.

Fê-blue bird disse...

Apesar de já conhecer este excelente e empolgante vídeo, nunca me canso de o rever, aliás acho que toda a gente o devia ver todos os dias ao levantar, talvez assim o mundo reflectisse e acordasse de vez.

beijinhos

Johnny disse...

Fê, deste-me uma ideia... acho que vou gravar este discurso como alarme de despertador :)