16/09/2010

*

Nada. As paredes preenchidas de memórias do quarto branco não me dizem nada. Olho pela janela, insistindo na procura e sempre o nada. Tinha pensado começar com “um perfume barato”, mas nada o segue. Talvez um “vento fresco de fim de verão a entrar pela janela” mas sempre o doce toque do nada...
A culpa será minha.
Desisto de tentar, imaginando histórias que ninguém vai contar: histórias tristes de pessoas normais com sonhos que nunca perseguiram… heróis banais que seguiram perfumes baratos e acabaram com um vento fresco de fim de verão a entrar pela janela acariciando-lhes a pele num sussurro... trazendo o nada.

(João Freire)

Alice Mudgarden - Right Turn
 
The Cure - Lullabye
 
Mazzy Star - Fade Into you


*

24 comentários:

MZ disse...

Este "nada" faz-me recordar os célebres amores de Verão - Voláteis...

*

johnny disse...

A mim faz-me lembrar a falta de inspiração para escrever... ou vontade!

meldevespas disse...

uiiii este cenario e-me familiar....muito.
O nada ´´e um canalha que nos persegue sem clemencia. Cabrao.
So n consigo falar dele com este tom poetico que tu usas. Bonito este nada.

Brown Eyes disse...

Paredes do quarto em branco isso é capaz de dar a sensação de um ambiente frio. Que tal colocares aí uns quadros? Depois voltas a escrever o post. OK? Beijinhos

Johnny disse...

Mel... tanto mel. Obrigado.

Mary, "Preenchidas de memórias" era uma metáfora para quadros... uma metáfora falhada, ao que parece, mas queria dizer mesmo isso: tem quadros, mas nem eles inspiram!

Catsone disse...

Johnny, às vezes a falta de inspiração traz-nos "nadas" bem interessantes...

Johnny disse...

Catsone, e depois dizias: "Não foi o caso".

Anónimo disse...

sempre a confirmar o talento! :) Dorothy

Moyle disse...

não te preocupes. não deve ser nada.

Lala disse...

não te vou dizer nada. levei uns dias a decidir isso.

Johnny disse...

Dorothy, bem regressada sejas. Devias aparecer mais, devias pensar em retornar aos blogues, devias...

Moyle, isso parece algo que um médico diria a um paciente... antes dos exames demonstrarem que afinal estaria em fase terminal.

Lala... e às vezes um nada destes é o melhor que se pode dizer :)

clara umbra disse...

Oh o Lullabye continua a ser tão bonito, não é?
E a Mazzy Star é a maior.

Então, vá, a gente vê-se por aí, não desapareças de todo. (isto é assim uma espécie de comentário ao post I had a parrot...)

:)

Johnny disse...

Dona Clara, aquilo não era uma forma subtil de me despedir, mas sim um desabafo em relação aos que tem desaparecido da blogosfera.

E claro que nos vemos por aí, pelo bate-papo do google ou pela a25, por onde costumo passar....

... E nos blogues, claro.

clara umbra disse...

Ah! Fixe! Ainda bem!

Ou pelo Livro das Caras! :D

A25? Psch, tens de vir tomar um café a Viseu, one of these days! ;)

Johnny disse...

Acho que havia uma série americana (muito datada) em que o homem dizia:

"One of these days, Pow! Right in hte Kisser!"

Também vi o piu piu ou a avó dos bonecos da Warner Brothers a dizer isso ao Gato Silvestre/Sylvester (?).

Tudo isto para dizer que sim... ya... um dia destes... ainda que não veja bem como... mas ya... um dia destes... por acaso nem costumo ir a Viseu, só lá fui prái duas ou três vezes, mas.... ya, um dia destes.... é só combinar!

blue disse...

Engraçado descobrir que o João é o Johnny ;)

Excelente selecção musical, já o disse uma vez, e não resisto a dizê-lo de novo.

Adorei o texto - e ouso dizer que a tua escrita me faz lembrar a minha, pelo menos em certos pormenores. Será ousadia a mais?

Johnny disse...

Quem diria que atrás de um johnny estaria um João :)

Quanto à escrita semelhante, Se a menina acha...

blue disse...

Seria de supor que sim - só não pensei encontrar o João por outros lados que não este ;)

Este texto fez-me provavelmente relembrar algo - "bateu-me", como costumo dizer. Apenas isso.

Johnny disse...

Blue, mas conheces o João de outros lados?

blue disse...

Johnny, não. Quis dizer que não esperava encontrar o João no meu blogue - foi uma surpresa e apenas isso - eu hoje é que não me estou a explicar nada bem :)

Johnny disse...

Ah, ok. A culpa é capaz de ter sido mais minha. Como estávamos no meu blogue, nem liguei aos outros blogues e ao que se passa nos outros... um bocadinho de egocentrismo de bloguista :)

É o mesmo João é :)

blue disse...

Ambos culpados desse egocentrismo bloguista e caso encerrado :)

Acho que é a primeira vez que nos cruzamos na blogosfera, Johnny.

Johnny disse...

"Louie, I think this is the beginning of a beautiful friendship."

:)

blue disse...

:)